ETA - Estação de Tratamento de Água


A Água Bruta que é captada neste manancial [Rio Quixeré] é aduzida até a Estação de Tratamento de Água situada na comunidade de Pedrinhas ( ETA ) distante 2540 metros da captação através de uma tubulação do tipo RPVC ( PVC revestido com fibra ) de 400mm de diâmetro. Distante 6 km do centro cidade, esta obra, iniciada em 1993 e foi inaugurada em Agosto/2000. A construção da ETA ficou parada por um longo tempo, devido ao corte no repasse de verbas do Governo Federal, mas que com recursos próprios o SAAE concluiu a obra, onde o projeto inicial está em pleno funcionamento, dentro da perspectiva esperada.

O tratamento segue o modelo Convencional aonde a água bruta chega na Calha Parshall, que, por sua vez, tem as funções de controlar e medir a vazão e ser o local onde o coagulante é adicionado, no caso, Sulfato de Alumínio. Na realidade local, o coagulante só adicionado, geralmente, no período correspondente a quadra chuvosa. Portanto, a quantidade de coagulante utilizado é variável.

Passando pela Calha Parshall, a água chega aos floculadores, no caso, são 2 floculadores com 16 tanques cada, perfazendo um total de 32 onde a água vai perdendo velocidade com a intenção de as partículas maiores, devido a água começar a entrar em estado de repouso, se agreguem, formando flocos, facilitando a remoção nas etapas subseqüentes.

Após a floculação, ocorre a decantação. Esta se caracteriza como, dentro da ETA, a primeira etapa de remoção dos materiais em suspensão, visto que estes materiais já devem estar floculados. A decantação ocorre em 2 tanques decantadores de alta taxa onde os flocos formados na etapa anterior, afudam, decantam. Para auxiliar a decantação, dentro dos tanques decantadores, existem placas com inclinação de 45º. As placas têm a função impedir a flutuação de algum floco que já tenha decantado.

Em seguida, se segue a filtração. Composta por 4 filtros de fluxo descendente de filtragem rápida. Cada par de filtros é abastecido por um decantador. Os filtros objetivam remover as partículas menores e algumas bactérias no leito filtrante. O leito filtrante é composto por 3 camadas : Em ordem descendente, Antrácito, areia e silte.

A próxima etapa é a cloração. A cloração é feita na tubulação entre os filtros e o Reservatório semi-enterrado. A tubulação possui forma de chincana para aumentar o tempo de detenção e contato do cloro gasoso com a água, aproximadamente, meia hora. Em média, são utilizados, aproximadamente, 1000 Kg de Cloro gasoso ao mês.

A fluoretação ocorre logo em seguida. Um pouco antes de chegar ao reservatório semi-enterrado, na mesma tubulação onde o cloro gasoso é aplicado, ocorre a fluoretação, a inserção do flúor gasoso na água, visando a prevenção de cáries. A água tendo passado por todas as etapas de tratamento, ainda na ETA, ela é acondicionada no reservatório semi-enterrado que possui uma capacidade volumétrica de 300m³. Desse reservatório, a água tratada é aduzida com uma vazão de ____ para os dois reservatórios de maior capacidade de armazenamento da Cidade, um na sede, situado na Bairro Pitombeira e outro na Cidade Alta.

A adução ocorre através de 3 bombas, 2 que aduzem para o reservatório principal, cada uma com uma potência de 30CV, na sede da cidade, e 1 que aduz para o reservatório da Cidade Alta, com uma potência de 40 CV, abastecendo o reservatório apoiado que ali se encontra. A ETA dista do reservatório principal aproximadamente 1500m e a tubulação por onde a água é aduzida é do tipo RPVC com diâmetro de 350mm e dista do reservatório apoiado da Cidade Alta aproximadamente 9120m e a tubulação utilizada é Dfofo com diâmetro de 200mm. O bombeamento individual de água tratada na Estação Elevatória da ETA segue, geralmente, a seguinte rotina:

TURNO Manhã Tarde Noite
INTERVALO DE TEMPO CORRESPONDENTE AO TURNO 06h – 12h 12h – 18h 18h – 06h
TEMPO MÉDIO DE BOMBEAMENTO 04h – 05h 04h – 05h 06h – 07h

CIDADE ALTA

TURNO Manhã Tarde Noite
INTERVALO DE TEMPO CORRESPONDENTE AO TURNO 06h – 12h 12h – 18h 18h – 06h
TEMPO MÉDIO DE BOMBEAMENTO 05h – 06h 05h – 06h 06h – 08h

O monitoramento da qualidade dá água tratada é feito pelo próprio SAAE através de uma série de análises físico-químicas e bacteriológicas no laboratório de análises de água.

Vale ressaltar que são feitas análises de alguns parâmetros tanto na água bruta, como na água tratada seguindo a seguinte periodicidade:

  • Diário: Cor; pH; Turbidez; Cloro Residual ( RCL ); Flúor
  • Semanal: Bacteriológica ( 2 vezes por semana) Modelo: Membrana Filtrante
  • Trimestral: Cloreto, Dureza Total, Dureza de Cálcio, Dureza de Magnésio, Cálcio, Condutividade e Alcalinidade
  • Semestral: Ferro, Nitrato, Amônia e Sulfato

O reservatório apoiado da Cidade Alta possui uma capacidade de 200m³, já o reservatório principal, pode comportar até 500m³. Na Sede do Município, ainda existe outro reservatório, denominado reservatório de compensação, situado no Centro da Cidade e com uma capacidade volumétrica de 227m³. Este reservatório de compensação é alimentado pelo excedente lançado na rede de distribuição durante as 24 horas do dia e este armazenamento tem por finalidade suprir a necessidade de abastecimento na Sede, nos dias e horários de pico.

Limoeiro do Norte possui uma malha de distribuição com aproximadamente 105205 metros de tubulação assentada, no caso, Sede ( Centro, Populares, Luís Alves de Freitas, Bom, Nome, Boa Fé, Bairro João XXIII e Santa Luzia ) com um total de 92.255m e Cidade Alta com 12.950m.

Até Março de 2011, segundo o Mapa de Faturamento Mensal do SAAE, o serviço de abastecimento de água possui os seguintes números:

Cidades Ligações Totais Cortados Públicos C/ Esgoto C/ Hidrômetro Ligação c/ economia
Limoeiro do Norte 15.793 3.036 292 2.340 16.039 305
Sede 9.049 1.050 270 1.831 7.934 247
Cidade Alta 1.812 208 6 180 1.622 20

Com responsabilidade, o SAAE vem crescendo constantemente, para atender a demanda cada vez mais crescente, e acompanhar as exigências de uma cidade em constante crescimento. E é dentro desta nova realidade que o SAAE vem trabalhando incessantemente em várias frentes para levar a todos os domicílios água de qualidade, tendo à frente o apoio irrestrito da Prefeitura Municipal de Limoeiro do Norte, através das Secretaria de Serviços e Obras Públicas.

ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTO

Após a distribuição, a água é consumida e utilizada para divers os fins. Posterior a utilização, a água tratada, de acordo com a utilização domiciliar comercial e/ou industrial passa a ser deno minada água servida ...

Leia Mais

ÁREA DE CAPTAÇÃO DE ÁGUA

A Área de Captação de Água foi construída em localização es tratégica, pois se aproveita do represamento do Rio Quixeré , afluente do Rio Jaguaribe feito pela Barragem das Pedrinh as, situada na comunidade de Pedrinhas em Limoeiro do Norte...

Leia Mais